Como manter a disciplina nos estudos?

Os estudos EAD passaram a ser uma opção durante a quarentena, com o avanço no número de contagiados pela COVID-19 no Brasil, os estados e também municípios tomaram precauções , decretando o isolamento social. Com isso, o intuito do blog de hoje é conscientizar que os estudos devem continuar no mesmo ritmo.

Para manter os estudos em dia, é necessário ter disciplina. Os estudantes encontram dificuldades em seguir a rotina de estudos em casa, eles estão sempre dizendo que a matéria é fácil ou a famosa frase “depois eu faço”, dando prioridade para assistir séries, jogar, dormir e outros. É de suma importância o tempo para o lazer, mas de forma moderada e que não te prejudique.

Para ter sucesso durante os estudos, é preciso procurar estímulos que possam aumentar  a vontade de estudar.  Mas o que pode nos estimular aos estudos?

– Estabeleça meta para os estudos, assim é possível  ter determinação. Por exemplo “eu vou estudar pois quero passar na USP” .

–  Para manter a motivação nos estudos,  também pode oferecer recompensas como uma das formas de  estimular. Por exemplo “depois dessa matéria eu vou comer um chocolate”, mantendo a qualidade dos estudos.

– Mantenha a concentração total nos estudos, esqueça qualquer tipo de eletrônico e também do mundo externo

–  Com os tipos de organismos diferentes, cada um tem um costume. É possível encontrar pessoas que só conseguem estudar na base do papel, ouvindo música entre outros.

Não são somente essas dicas que irão salvar a rotina de estudos, mas também como está a sua saúde, tanto mental quanto física. É importante ter uma boa noite de sono, alimentação, e até mesmo exercícios físicos, que podem ajudar na produção de endorfina, liberando a serotonina (o neurotransmissor da felicidade) mantendo a disposição.

Com isso é possível que a rotina de estudos melhore e traga bons resultados, não pensando somente durante a quarentena mas também em manter  essa prática na jornada acadêmica.

Trabalho remoto em tempos de coronavírus

O “home Office”, mais conhecido por trabalho remoto, é uma forma de trabalhar em casa. Muitas empresas tem aderido esse novo método pelos benefícios que trazem para dentro da organização.

Sabemos que por conta do novo coronavírus, essa atividade tem sido desenvolvida com um maior número de funcionários, gerando assim dúvidas sobre como atuar de casa.

O novo método vem ganhando força na atualidade, pois com a tecnologia é possível o indivíduo ter todo o seu trabalho dentro da própria casa, visando um bem estar por administrar a vida pessoal e também profissional.

Essa prática é adotada por empresários que visam uma melhora na produção do funcionário. Uma pesquisa revelou que o trabalho remoto deixa o funcionário mais focado e assertivo, aprimorando assim o seu desenvolvimento.

A atividade remota também ganha um maior tempo para delegar as atividades, pois não é necessário perder tempo no trânsito ou com tarefas do fora da sua função.

Para engajar esse funcionário ao trabalho remoto, é necessário manter uma comunicação, não o excluindo do grupo organizacional. É aconselhado que seja feito um planejamento e acompanhamento frequente, para assim ter um controle e conhecimento sobre o trabalho desenvolvido.

Uma das práticas adotadas são os feedbacks que a empresa passa para os funcionários no dia a dia, além de ser claro sobre o trabalho feito, o empresário também estimula o mesmo a melhorar o seu desenvolvimento nas atividades.

Com a prática dessa atividade em grande massa, é possível que o número de empresas com o trabalho remoto cresça ainda mais, sendo assim uma tendência nos próximos anos pela sua eficácia.

A importância da harmonia no ambiente de trabalho

Trabalhar em equipe exige sintonia entre os funcionários. Porém, não é raro encontrar no mundo corporativo pessoas dispostas a atrapalhar a produtividade dos colegas.

“Um dos principais motivos que fazem com que as equipes tenham baixa produtividade são os conceitos interpessoais, que causam desgastes e interferem no alcance de resultados” – Diz a professora da área de Recursos Humanos do Senac de Marília, Juliana Lourenço do Carmo.

Não é fácil lidar com diferentes pessoas. Existem vários perfis dentro da empresa. Há aqueles mais tímidos, mais produtivos, criativos, outros mais passivos e etc.

Porém fiquem atentos àquelas pessoas com perfil que prejudicam o ambiente de trabalho, são as consideradas “difíceis“ de lidar. Geralmente são as que reclamam demais, agressivos ao falar, dissimulados, omitem informações, passam por cima de princípios éticos para obter vantagens, são bajuladores com colegas e chefes, não aceitam com facilidade receber sugestões ou correções.

Nesse caso o gestor deve ter um enorme jogo de cintura para conviver com pessoas desse perfil. Mudá-las é difícil, mas não impossível.

Identifique o que motiva o comportamento negativo dessas pessoas. Com uma simples conversa conseguimos perceber o que acontece com aquele colaborador, às vezes só quer chamar atenção, talvez esteja passando por algum problema pessoal ou até está insatisfeito com o trabalho.

Propor mudanças internas na empresa, impor limites, oferecer programas motivacionais são algumas atitudes que podem melhorar o relacionamento da equipe. Se mesmo diante das mudanças os problemas persistirem será necessário reavaliar e em casos extremos, tomar atitudes severas, como o desligamento da pessoa.

O mundo corporativo está cada vez mais competitivo, onde as empresas estão buscando profissionais que venham a agregar e não o contrário.

Pessoas difíceis estão em todos os lugares, basta agir com assertividade, postura e decisão. Um bom relacionamento entre gestores e colaboradores contribui com resultados positivos.

Você a um passo da tão sonhada vaga

As oportunidades de vagas surgem com pouca frequência nos dias atuais, e com isso aparecem muitos candidatos com interesse, porém não é sempre que os mesmos estão aptos para o cargo.

Para realizar o sonho de conquistar uma vaga, é necessário que o candidato seja qualificado e o mais importante, que ele seja autêntico durante todo o processo de recrutamento, pois ele terá que vestir a camisa da empresa, o que não é uma tarefa fácil para quem não quer estar no cargo, já que muitos entram pensando no salário e se abstêm da carreira e experiência profissional.

Um dos erros que estão presentes durante as entrevistas, são os candidatos que por muitas vezes preferem omitir sobre a sua experiência e habilidades do que ser sincero com o entrevistador, o que dificulta ainda mais o processo de seleção e recrutamento, pois o gestor da empresa acaba gastando mais com o processo de seleção e também mais tempo para achar o candidato qualificado.

É de suma importância o candidato ser assertivo durante todo o processo de recrutamento, pois o mesmo não vai saber de tudo, já que o intuito do estágio é qualificar o candidato para a carreira profissional na sua formação, onde é possível aprender atividades novas e desenvolver práticas adquiridas na instituição de ensino. Muitas empresas contratam estagiários sem experiência, mas que têm interesse em aprender e agregar com a empresa.

Entende-se que, para alcançar a desejada vaga, é necessário ser transparente para o entrevistador sobre as suas habilidades e experiências, a autenticidade pode ser a chave para o caminho do sucesso profissional.