Como ter uma boa volta às aulas!

O dia mais temido chegou: à volta às aulas. Prometemos que quando começar o 2° semestre seremos mais organizados e responsáveis, mas a pergunta que fica é “Como posso me organizar para ter melhores resultados na escola?” Quando paramos para pensar nisso, parece que dá um super trabalho, mas na verdade há um modo muito fácil para conseguir ter um estudo mais produtivo, e ainda quem sabe sobrar um tempinho livre. Dê uma olhadinha nas dicas:

1 – Organize o seu caderno por matérias

Quem não tem aquele amigo que usa o mesmo caderno para todas as matérias? Você olha e vê contas misturadas com verbos. Não deixe isso acontecer, separe seu caderno conforma as matérias do semestre, assim fica mais fácil de encontrar seus conteúdos e anotações no seu caderno, facilitando na hora de estudar.

E falando em anotações, sempre faça as suas, pois é escrevendo (também) que se fixa e aprendem-se as matérias. E sempre que você for pegar de alguém, coloque na cabeça que o modo que eles anotam as coisas nunca é a mesma que você, por isso, não deixa para estudar na véspera das provas.

 

2 – Estabeleçam metas

As metas como estudantes devem estar focadas em conseguir atingir uma boa nota, ou seja, procure estabelecer que você faça todos os trabalhos ou todos os exercícios em sala. Às vezes pensar em tirar nota 10 em tudo pode ser considerado loucura (vale lembrar que não é impossível), pois sempre temos dificuldade em alguma coisa.

 

3 – Nunca estude na véspera

Para termos uma nota boa na escola, vale lembrar não devemos estudar na véspera da prova. O estudo deve ser constante. Passe 1 horinha do seu dia revendo as matérias ou refazendo os exercícios que eram mais difíceis, isso ajuda para reforçar o que foi aprendido e tirar qualquer dúvida que ainda exista.

 

 4 – Tenha uma agenda

A memória do ser humano é falha, ou seja, não adianta você achar que pode gravar todas as notas de provas e trabalhos na cabeça que chega uma hora que isso cai no esquecimento. Por isso, compre uma agenda – nem que seja aquelas bem pequenas que não pesa na mochila – ou baixe um calendário no celular e marque todos os seus compromissos escolares e pessoais, assim a chance de cair no esquecimento são bem menores.

Mindfulness: como aplicá-lo no seu dia a dia

Você já se pegou pensando nas várias atividades que você teria que realizar no dia? Seja nas responsabilidades dentro de casa, nas ligações e problemas do serviço ou nos milhares de textos da faculdade? Ou até mesmo quando você fica se remoendo pelas coisas que você fez que não achasse certo ou deixou de fazer por medo? Isso mostra que nossa cabeça está há mil todo tempo, sempre estamos com pensamentos que nos tiram a concentração do nosso momento atual.
Quando estamos perdendo esse controle e entrando no “modo zumbi” é que devemos procurar uma ajuda de como sair desse transe.
Por isso, um método muito falado e recorrido nos dias de hoje é o Mindfulness, que significa “atenção plena” no seu presente, sabendo distinguir o passado e futuro da sua vida atual, não esquecendo, mas sabendo o momento certo de aproveitar cada momento de aprendizagem. Além disso, é um momento perfeito para seu cérebro ter um descanso, visto que ele recebe centenas de informações por dia, e às vezes nem tudo é armazenado corretamente por falta de atenção.
A técnica do Mindfulness, além de ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade, pode proporcionar uma melhor noção de empatia e paciência, uma vez que você passa a ter uma maior noção das coisas que acontecem ao seu redor e entender que nem tudo está no nosso controle; o domínio das suas emoções, já que você passa a se conhecer melhor e suas decisões não são mais tão impulsivas.
Para praticar o Mindfulness, você não deve sair fazendo todas as dicas ao mesmo tempo, mas sim procurar aquela que mais cabe dentro do seu jeito de ser e aplicar constantemente na sua vida. Sejam elas:

• Meditar em lugares calmos e silenciosos
• Meditar enquanto caminha
• Eliminar as distrações, ou seja, liste situações que te distraiam e as elimine
• Preste mais atenção na natureza
• Faça atividades que envolvam seu corpo e mente como aulas de yoga, pilates ou artes marciais
• Técnicas de respiração

Pensando em como facilitar esse técnica de atenção plena e autocuidado, alguns aplicativos estão sendo criados para ajudar, são eles:
Primed Mind: esse app ajuda na criação de metas e objetos pessoais e profissionais através de dicas de como ter novos hábitos.
Remente – Self Improvement: esse app também é voltado para atingir metas, somado ainda em ter um planner, um gráfico de visualização de rotina e dicas de como ter um autocontrole
Simple Habit: esse app é voltado para meditação, principalmente para aqueles que querem começar mas não sabem por onde, tendo um tempo de no máximo de 15 minutos para a atividade.

Vale ressaltar a ideia que se você tiver transtornos mentais, como depressão, esquizofrenia ou transtorno bipolar, o aconselhável é a procura de uma terapia, que vai te ajudar de maneira mais intensa no tratamento.

“Se você quer dominar a ansiedade da vida, viva o momento, viva na respiração”.
– Amitir Ray –

COMO TREINAR O CÉREBRO PARA MELHOR MEMORIZAÇÃO

Com o uso frequente da tecnologia, como o celular e os tablets, o uso forçado do cérebro para relembrar de fatos passou a ser deixado de lado. Estamos sendo muito expostos a estímulos diferentes a todo momento e com isso o nosso cérebro não está sendo mais capaz de armazenar todas as informações que são expostas – vale lembrar que ele é uma máquina muito melhor do que qualquer hardware.

A memorização está muito ligada a nossa aprendizagem, não apenas no que diz respeito a decorar tudo. Cada pessoa aprende de uma forma, seja através de forma auditiva, visual ou prática, cabendo a cada um fazer uma auto avaliação de qual é a melhor maneira de aprender.

Mas para o dia a dia, seguem algumas dicas de como você pode estimular seu cérebro para memorizar, sem precisar fazer um treinamento muito complexo.

1. Troque os smartphones por caneta e papel

Parece obvio, mas não é! Toda vez que escrevemos o que estamos pensando estamos forçando nosso cérebro a prestar atenção naquele pedaço de papel e na nossa caligrafia, focando em determinada atividade.

2. Métodos Mnemônicos

Essa técnica consiste na elaboração de suportes como os esquemas, gráficos, símbolos, palavras ou frases relacionadas com o assunto que se pretende memorizar, sendo necessário reforçar que isso pode ser criado de qualquer forma, desde que quem esteja fazendo tenha um fácil entendimento.

3. Explique para alguém

Uma das maneiras mais eficazes para aprender é através da repetição. Todo mundo já se pegou apresentando um trabalho para um amigo, tendo ele a função de apenas te observar para criar uma confiança ou corrigir seus erros. Você faz isso umas duas ou quantas vezes for necessário até conseguir decorar tudo. Ou até mesmo quando nos dispomos a explicar o conteúdo de uma matéria que dominamos muito para um amigo, dizemos que aprendemos duas vezes. Tudo isso como uma forma de reforçar nossa aprendizagem.

Isso vale também para quem gosta de falar sozinho. Repetir tudo em voz alta, segundo pesquisas cientificas, já provaram que facilita na retenção de informação.

4. Faça música com conteúdos

Comumente, o que fica na nossa cabeça é a melodia das músicas. Quem nunca se pegou cantando Wannabe das Spice Girls ou Show das Poderosas da Anitta? E que tal usar essas melodias para criar um música com o conteúdo da aula? Muitas vezes temos dificuldades para conseguir criar um sentido na matéria, mas através da música conseguimos criar uma certa conexão e ordem daquilo que aprendemos ligado ao ritmo musical. Apenas tome cuidado para não confundir a musica original com a paródia!

5. Memória Visual

A memória visual é aquela criada pela associação de uma imagem com uma recordação qualquer. Ou seja, uma forma de memorizar é associar uma imagem a um objeto ou característica marcante de alguém. Por exemplo, Maria sempre vai de batom vermelho trabalhar, então eu faço a associação de Maria com seu batom vermelho. Ou historicamente falando, quase todos associam Getúlio Vargas ao seu pijama listrado no dia de sua morte.

Sendo cada um de sua maneira exclusiva de ser, nunca se esqueça de trabalhar a maior máquina e instrumento já criado: o cérebro!

FILMES PARA FÉRIAS

Eis que chegou a parte mais esperada do ano: as férias.  Época em que nós queremos relaxar, ler livros diferentes, sair com os amigos, colocar a série em dia e assistir filmes novos. E falando em filmes, que tal assistir um com aquela pegada motivacional? Que te faz refletir um pouco e te lembra de não desistir de seus objetivos. Então a CENTRALESTÁGIO.COM separou alguns filmes super legais para você assistir naquele domingo de tarde.

COACH CARTER

Esse filme traz a história do treinador de basquete Sr. Carter. Ele assume o treinamento de meninos de uma escola pública de bairro, onde desses meninos não tinham perspectiva de vida e eram considerados indisciplinados. Ele tenta mudar esse quadro através de estabelecimento de regras, punições, lições de vida e MUITO estudo, mostrando que as experiências do dia a dia são muito boas para ensinamento e crescimento dos jovens. O final é motivador, mostra que o estudo abre oportunidades de mudar seu futuro.

GÊNIO INDOMÁVEL

Esse filme conta a história de Will, que trabalhava como faxineiro numa universidade, sendo assim, levava uma vida simples. Um professor coloca nos corredores do local um problema para seus alunos resolverem e quem conseguisse levava um prêmio.  Esse problema é resolvido por Will, e em outras ocasiões ele consegue desenvolver também. Entretanto o professor não sabe quem é o responsável por resolver os problemas, e então passa a buscá-lo pelos corredores até ter sua vitória.  A partir disso começa a busca pela disciplina e tentar desenvolver uma carreira através da inteligência dele, cabendo apenas a ele saber quais as melhores decisões a serem tomadas.

A PROCURA DA FELICIDADE

Esse filme conta a história de Chris Gardner, que perde o emprego e começa uma busca incansável para se realocar no mercado de trabalho. Seu caminho não é nada fácil, pois passa por vários obstáculos e ouve com muita frequência a palavra NÃO. Porém ele nunca perde as esperanças de um futuro e uma oportunidade melhor, e segue tentando, sempre se lembrando de seu filho. O filme mostra o quadro de uma linda história de inspiração, mostrando sempre existe uma porta aberta em nossas vidas.

 

A REDE SOCIAL

Esse filme conta a história de Mark Zuckerberg, um estudante da Harvard. Caracterizado por ser um jovem inteligente e curioso e está determinado em fazer uma rede social em que as pessoas pudessem ter uma relação e ainda ganhar dinheiro. A rede social é a qual conhecemos: o Facebook. Através disso, tornou-se uma das pessoas mais ricas do mundo, passando por várias conturbações na sua vida pessoal e profissional, e ainda fazendo alguns inimigos pelo caminho.

 

FOME DE PODER

A história da ascensão do McDonald’s. Após receber uma demanda sem precedentes e notar uma movimentação de consumidores fora do normal, o vendedor de Illinois Ray Kroc adquire uma participação nos negócios da lanchonete dos irmãos Richard e Maurice Mac McDonald no sul da Califórnia e, pouco a pouco eliminando os dois da rede, transforma a marca em um gigantesco império alimentício.

Me formei! E agora?

Tanto o fim do ensino médio quanto o término da faculdade, indicam o fim de um grande ciclo e é uma grande abertura para novas possibilidades. Entretanto, tudo que chega ao fim gera um certo pânico e preocupação, um pensamento que diz “ o que eu faço agora?” , visto que são escolhas que nós mesmos fazemos que podemos ou não levar para o resto da vida.

Um final de ciclo é o 3° ano do ensino médio, onde encontramos jovens curiosos, e não podemos negar, um pouco perdidos sobre o que fazer a partir daquele momento, que profissão seguir, perguntas como “o que eu quero ser?”, “será que eu vou ver feliz com isso?”, como se tudo dependesse disso. Por isso aqui vão algumas ideias do que fazer depois , para clarear e dar um tempo para outras escolhas importantes:

– Estudar para o vestibular
Estudar para passar numa prova não é uma tarefa fácil, exige muita dedicação e concentração. É um meio de aprofundar os estudos e a chance de entrar numa faculdade nomeada. Além disso, é uma oportunidade de conhecer profissões que não sabíamos ao certo como eram. Também, a ideia de faculdade vem muito a tona, pois é uma realidade muito mais próxima com os métodos de estudos atuais como o EAD e os financiamentos. Para isso vale lembrar que a faculdade é uma grande oportunidade antes de ingressar no mercado de trabalho, pois gera uma qualificação comparado a outras pessoas que concorrem a mesma vaga. Não devemos fazer a faculdade como qualquer escolha, é importante que busquemos conhecer o curso e suas aplicações para não gerar frustrações futuras.

– Cursos técnicos
A vantagem do curso técnico é sua curta duração comparada a graduação. Mas não pense que esse caminho é mais fácil, pois ainda assim gera um grande estudo. Outra vantagem é que ele é bem visto pelo mercado, porque sua função é gerar profissionais mais qualificados para as empresas, tendo em vista um maior enfoque para tarefas práticas. Além disso, o técnico pode ser feito junto com o ensino médio. Então imagina só poder terminar o ensino médio com dois diplomas?

– Fazer intercâmbio
Essa oportunidade é a mais inesquecível de todas. Além de você ter a experiência de conheces novas pessoas, viver momentos únicos e conhecer diferentes lugares e culturas, as empresas valorizam muito a questão da língua estrangeira. Vale ressaltar que ter uma segunda língua, principalmente o inglês é um requisito muito importante dependendo da carreira em que você for seguir, então investir em um curso de idiomas é sempre uma excelente ideia.