PROGRAMA VERDE AMARELO, JOVEM APRENDIZ OU ESTAGIÁRIO. QUAL O MELHOR MODELO DE CONTRATAÇÃO?

0

Foi lançado na última semana pelo governo, o Programa Verde e Amarelo, que visa trazer maiores oportunidades de emprego para jovens. A medida pretende criar cerca de 4 milhões de empregos e tem foco entre jovens de 18 a 29 anos que ainda não conseguiram seu primeiro registro em carteira.

E quem ganha com isso? As empresas e os jovens.

Hoje os principais modelos de contratação para jovens são o Jovem Aprendiz e os estagiários. Acontece que para contratar um Jovem Aprendiz, obrigatoriamente você precisará contar com outra empresa que ofereça esta opção, e com isso envolvem também os custos, que geralmente são mais altos.

Quando falamos de estagiários, ainda que exista a opção de a própria empresa realizar a administração desses contratos, devido às diversas observações da lei e os baixos custos associados ao programa, acaba por compensar a contratação de um agente de integração para evitar correr riscos jurídicos por descumprimento de algum trecho da lei.

O Programa Verde e Amarelo simplifica a contratação de jovens e tira a obrigatoriedade de ter que contratar outra empresa, com isso reduzindo custos envolvidos.

Vale ressaltar porém, que tanto a contratação pelo modelo Jovem Aprendiz, como do Programa Verde e Amarelo, envolvem registro em carteira e o cumprimento de certas obrigações, ainda que diferenciadas do registro em CLT com todos os direitos.

A única opção que não tem vínculo empregatício, conforme estipulado pela própria lei (desde que cumpridas as exigências), são os estagiários.

Cabe a cada empresa avaliar qual o melhor modelo de contratação para si, seus custos e qual a participação pretende ter na sociedade, mas uma coisa é fato: Estão sendo dados incentivos para que os jovens do nosso país possam ingressar no mercado de trabalho.

Contribuição: Hilder Murilo