Como redes sociais podem afetar no processo seletivo

0

A princípio as redes sociais são sinônimo de diversão, é um lugar que podemos públicas fotos, compartilhar mensagens engraçadas,  ter notícias atualizadas  ou até mesmo expor nossas opiniões.  O que pouca gente sabe, é que as redes Sociais também é um espaço para recrutadores buscarem seus futuros funcionários,  por isso devemos estar sempre bem atentos com o que colocamos.

Se engana quem pensa que as redes sociais na são olhadas quando se inicia um processo seletivo.  Numa entrevista conhecemos uma pequena parte do candidato,  mas sabemos que apenas aquele momento não é tudo, por isso as redes sociais são usadas para descobrir aquela outra parte que falta do candidato.  Então é bom ter a consciência do que estamos postando na Internet e sempre dar aquela boa olhada antes de irmos para uma entrevista de uma empresa de grande nome.

Então quer dizer que devo parar de postar coisas do meu interesse na internet ? A resposta é não!  O que acontece é que a Internet é um espaço  público e por isso devemos ter cuidado com nosso nível de exposição, comentários preconceituoso, falar mal da empresa, falar mal do chefe ou falar mal dos produtos pode levar sim a demissão por justa causa dependendo dos valores que a empresa leva ou até mesmo te desclassificar das fases finais de um processo seletivo.

Por isso muitas vezes se recomenda a criação de dois perfis: um pessoal, que deve ser realizada bloqueado apenas para amigos e lá tendo o direito de postar o que desejar; o outro, profissional na qual você valoriza sua profissão e emprego,  posta coisas que intensifique seu currículo profissional,  como trabalhos voluntários,  palestras e dicas, tanto que o site LinkedIn é voltado para esse tipo de atuação.