Como ter uma boa volta às aulas!

O dia mais temido chegou: à volta às aulas. Prometemos que quando começar o 2° semestre seremos mais organizados e responsáveis, mas a pergunta que fica é “Como posso me organizar para ter melhores resultados na escola?” Quando paramos para pensar nisso, parece que dá um super trabalho, mas na verdade há um modo muito fácil para conseguir ter um estudo mais produtivo, e ainda quem sabe sobrar um tempinho livre. Dê uma olhadinha nas dicas:

1 – Organize o seu caderno por matérias

Quem não tem aquele amigo que usa o mesmo caderno para todas as matérias? Você olha e vê contas misturadas com verbos. Não deixe isso acontecer, separe seu caderno conforma as matérias do semestre, assim fica mais fácil de encontrar seus conteúdos e anotações no seu caderno, facilitando na hora de estudar.

E falando em anotações, sempre faça as suas, pois é escrevendo (também) que se fixa e aprendem-se as matérias. E sempre que você for pegar de alguém, coloque na cabeça que o modo que eles anotam as coisas nunca é a mesma que você, por isso, não deixa para estudar na véspera das provas.

 

2 – Estabeleçam metas

As metas como estudantes devem estar focadas em conseguir atingir uma boa nota, ou seja, procure estabelecer que você faça todos os trabalhos ou todos os exercícios em sala. Às vezes pensar em tirar nota 10 em tudo pode ser considerado loucura (vale lembrar que não é impossível), pois sempre temos dificuldade em alguma coisa.

 

3 – Nunca estude na véspera

Para termos uma nota boa na escola, vale lembrar não devemos estudar na véspera da prova. O estudo deve ser constante. Passe 1 horinha do seu dia revendo as matérias ou refazendo os exercícios que eram mais difíceis, isso ajuda para reforçar o que foi aprendido e tirar qualquer dúvida que ainda exista.

 

 4 – Tenha uma agenda

A memória do ser humano é falha, ou seja, não adianta você achar que pode gravar todas as notas de provas e trabalhos na cabeça que chega uma hora que isso cai no esquecimento. Por isso, compre uma agenda – nem que seja aquelas bem pequenas que não pesa na mochila – ou baixe um calendário no celular e marque todos os seus compromissos escolares e pessoais, assim a chance de cair no esquecimento são bem menores.

ERROS QUE DEVEM SER EVITADOS PELO GESTOR DA SUA EMPRESA

Ser gestor de uma empresa não é tarefa para qualquer um. O cargo exige dedicação, conhecimento e muito jogo de cintura. Mas existem alguns erros que, por acontecer com uma certa frequência, poderiam ser evitados.

Um deles é achar que os colaboradores não conseguem lidar com a verdade em momentos de crise. É melhor explicar de forma clara o que está acontecendo, apontando o que pode ser melhorado e incentivando a busca por bons resultados. Esta relação de confiança deixa a equipe mais fortalecida

Gestores que não assumem seus próprios erros é um problema grave. Quando uma equipe percebe que o seu líder fica sempre passando a culpa para outra pessoa, como o seu superior, é muito pior. Os colaboradores deixam de acreditar no profissional, que mesmo que tenha realizado feitos positivos para a organização, passa a ter uma imagem manchada no seu ambiente de trabalho.

 Aquele gestor que também dá a entender para o colaborador que ele tem sorte de estar empregado também não propicia um bom ambiente de produtividade. Isto porque, trabalhar com qualidade e entregar bons resultados é o que garante a permanência de todo profissional nas empresas. Essa é uma vitória conquistada pelo colaborador, não uma questão de sorte.

Outro ponto que pode ser melhorado é não fazer reuniões em excesso. É importante ter um grupo unido, que esteja em sincronia, mas todas as decisões não precisam ser tomadas em uma quase assembleia.

Em tempos de crise as empresas tendem a diminuir suas vendas e a atitude mais comum dos gestores é dispensar colaboradores. Com certeza apenas os mais aptos e ágeis permanecerão, mas é necessário tomar cuidado para não sobrecarregar os que ficam. Faça uma redistribuição das tarefas, determine as prioridades e, se possível, passe os trabalhos menos importantes para terceirizados. Mantenha boas condições de trabalho para os colaboradores que continuam com você.

Mindfulness: como aplicá-lo no seu dia a dia

Você já se pegou pensando nas várias atividades que você teria que realizar no dia? Seja nas responsabilidades dentro de casa, nas ligações e problemas do serviço ou nos milhares de textos da faculdade? Ou até mesmo quando você fica se remoendo pelas coisas que você fez que não achasse certo ou deixou de fazer por medo? Isso mostra que nossa cabeça está há mil todo tempo, sempre estamos com pensamentos que nos tiram a concentração do nosso momento atual.
Quando estamos perdendo esse controle e entrando no “modo zumbi” é que devemos procurar uma ajuda de como sair desse transe.
Por isso, um método muito falado e recorrido nos dias de hoje é o Mindfulness, que significa “atenção plena” no seu presente, sabendo distinguir o passado e futuro da sua vida atual, não esquecendo, mas sabendo o momento certo de aproveitar cada momento de aprendizagem. Além disso, é um momento perfeito para seu cérebro ter um descanso, visto que ele recebe centenas de informações por dia, e às vezes nem tudo é armazenado corretamente por falta de atenção.
A técnica do Mindfulness, além de ajudar a reduzir o estresse e a ansiedade, pode proporcionar uma melhor noção de empatia e paciência, uma vez que você passa a ter uma maior noção das coisas que acontecem ao seu redor e entender que nem tudo está no nosso controle; o domínio das suas emoções, já que você passa a se conhecer melhor e suas decisões não são mais tão impulsivas.
Para praticar o Mindfulness, você não deve sair fazendo todas as dicas ao mesmo tempo, mas sim procurar aquela que mais cabe dentro do seu jeito de ser e aplicar constantemente na sua vida. Sejam elas:

• Meditar em lugares calmos e silenciosos
• Meditar enquanto caminha
• Eliminar as distrações, ou seja, liste situações que te distraiam e as elimine
• Preste mais atenção na natureza
• Faça atividades que envolvam seu corpo e mente como aulas de yoga, pilates ou artes marciais
• Técnicas de respiração

Pensando em como facilitar esse técnica de atenção plena e autocuidado, alguns aplicativos estão sendo criados para ajudar, são eles:
Primed Mind: esse app ajuda na criação de metas e objetos pessoais e profissionais através de dicas de como ter novos hábitos.
Remente – Self Improvement: esse app também é voltado para atingir metas, somado ainda em ter um planner, um gráfico de visualização de rotina e dicas de como ter um autocontrole
Simple Habit: esse app é voltado para meditação, principalmente para aqueles que querem começar mas não sabem por onde, tendo um tempo de no máximo de 15 minutos para a atividade.

Vale ressaltar a ideia que se você tiver transtornos mentais, como depressão, esquizofrenia ou transtorno bipolar, o aconselhável é a procura de uma terapia, que vai te ajudar de maneira mais intensa no tratamento.

“Se você quer dominar a ansiedade da vida, viva o momento, viva na respiração”.
– Amitir Ray –

ADMINISTRAR BEM O TEMPO É SINÔNIMO DE CRESCIMENTO

Quem é empreendedor sabe da importância da boa administração do tempo de sua equipe para melhorar a produtividade.

Porém, como anda a administração do seu tempo? Um líder focado e organizado, além de dar exemplo e ritmo para seus subordinados, terá uma melhor qualidade de vida e produtividade na empresa.

Uma situação extremamente estressante é ter a sensação de que o seu dia não rende e que você fica ocupado o dia inteiro, mas sem atingir os resultados programados.

Muitas vezes isso tem a ver com a personalidade da própria pessoa que ao longo da vida procrastina ações, ou seja, adia tomada de decisões e atos. Para mudar esta característica é preciso muito esforço e disciplina, já que envolve mudança completa de atitude diante de tudo e de pequenas decisões do dia a dia.

Já se o seu caso não se incluir na procrastinação, talvez 3 perguntas simples e objetivas possam melhorar muito as coisas para você. Basta se perguntar diariamente antes de começar a realizar as tarefas.

Pergunte a si mesmo:

1)Isto precisa ser feito?

2)Isto precisa ser feito agora?

3)Isto precisa ser feito por mim?

 

Com atenção plena para responder essas perguntas você estará traçando estratégias, definindo prioridades e finalmente delegando para sua equipe o que precisa ser feito. Com isto sobrará tempo para “pensar”  sua empresa e não apenas ficar diariamente envolvido com pequenos problemas que seus colaboradores podem plenamente resolver.

Ou seja, esta é a forma mais rápida de alcançar o crescimento de seu empreendimento.

Mãos à obra!

COMO TREINAR O CÉREBRO PARA MELHOR MEMORIZAÇÃO

Com o uso frequente da tecnologia, como o celular e os tablets, o uso forçado do cérebro para relembrar de fatos passou a ser deixado de lado. Estamos sendo muito expostos a estímulos diferentes a todo momento e com isso o nosso cérebro não está sendo mais capaz de armazenar todas as informações que são expostas – vale lembrar que ele é uma máquina muito melhor do que qualquer hardware.

A memorização está muito ligada a nossa aprendizagem, não apenas no que diz respeito a decorar tudo. Cada pessoa aprende de uma forma, seja através de forma auditiva, visual ou prática, cabendo a cada um fazer uma auto avaliação de qual é a melhor maneira de aprender.

Mas para o dia a dia, seguem algumas dicas de como você pode estimular seu cérebro para memorizar, sem precisar fazer um treinamento muito complexo.

1. Troque os smartphones por caneta e papel

Parece obvio, mas não é! Toda vez que escrevemos o que estamos pensando estamos forçando nosso cérebro a prestar atenção naquele pedaço de papel e na nossa caligrafia, focando em determinada atividade.

2. Métodos Mnemônicos

Essa técnica consiste na elaboração de suportes como os esquemas, gráficos, símbolos, palavras ou frases relacionadas com o assunto que se pretende memorizar, sendo necessário reforçar que isso pode ser criado de qualquer forma, desde que quem esteja fazendo tenha um fácil entendimento.

3. Explique para alguém

Uma das maneiras mais eficazes para aprender é através da repetição. Todo mundo já se pegou apresentando um trabalho para um amigo, tendo ele a função de apenas te observar para criar uma confiança ou corrigir seus erros. Você faz isso umas duas ou quantas vezes for necessário até conseguir decorar tudo. Ou até mesmo quando nos dispomos a explicar o conteúdo de uma matéria que dominamos muito para um amigo, dizemos que aprendemos duas vezes. Tudo isso como uma forma de reforçar nossa aprendizagem.

Isso vale também para quem gosta de falar sozinho. Repetir tudo em voz alta, segundo pesquisas cientificas, já provaram que facilita na retenção de informação.

4. Faça música com conteúdos

Comumente, o que fica na nossa cabeça é a melodia das músicas. Quem nunca se pegou cantando Wannabe das Spice Girls ou Show das Poderosas da Anitta? E que tal usar essas melodias para criar um música com o conteúdo da aula? Muitas vezes temos dificuldades para conseguir criar um sentido na matéria, mas através da música conseguimos criar uma certa conexão e ordem daquilo que aprendemos ligado ao ritmo musical. Apenas tome cuidado para não confundir a musica original com a paródia!

5. Memória Visual

A memória visual é aquela criada pela associação de uma imagem com uma recordação qualquer. Ou seja, uma forma de memorizar é associar uma imagem a um objeto ou característica marcante de alguém. Por exemplo, Maria sempre vai de batom vermelho trabalhar, então eu faço a associação de Maria com seu batom vermelho. Ou historicamente falando, quase todos associam Getúlio Vargas ao seu pijama listrado no dia de sua morte.

Sendo cada um de sua maneira exclusiva de ser, nunca se esqueça de trabalhar a maior máquina e instrumento já criado: o cérebro!