COMO CONTRATAR ESTAGIÁRIO SENDO MEI

Você sabia que MEI (Micro Empreendedor Individual), também pode contratar estagiário?

Caso ainda não tenha visto a postagem que fizemos em nosso Instagram sobre este assunto (disponível neste link: https://www.instagram.com/p/Bz-krRZnGk_/) , separamos abaixo algumas informações.

Uma das formas mais comuns utilizadas por quem ainda é MEI, é contratar inicialmente um estagiário. Essa pessoa vai ter vivência prática de mercado de trabalho e pode contribuir de diversas formas na empresa.

Por ser uma contratação sem vínculo empregatício, é muito mais fácil e prático contar com um estagiário em vez de contratar direto pelo regime CLT, que traz muitos encargos e dificuldades para quem está com um negócio ainda em fase de estabilização e precisa enxugar ao máximo os custos.

Com o passar do tempo, também é comum o estagiário que foi contratado acabar virando funcionário, conforme as vendas vão aumentando.

Em outras palavras, o estagiário pode amadurecer juntamente com a empresa, sendo esta uma forma onde ambos os lados ganham experiência e se desenvolvem.

Já ajudamos milhares de empresas a conseguir ótimos resultados através de nosso programa de estágios. Temos um consultor especializado para entender melhor seu negócio e posteriormente indicar em que área o estagiário poderá fazer a diferença.

Acesse o link abaixo e envie suas dúvidas, estamos prontos para te atender.

https://www.centralestagio.com/empresa/

FILMES PARA FÉRIAS

Eis que chegou a parte mais esperada do ano: as férias.  Época em que nós queremos relaxar, ler livros diferentes, sair com os amigos, colocar a série em dia e assistir filmes novos. E falando em filmes, que tal assistir um com aquela pegada motivacional? Que te faz refletir um pouco e te lembra de não desistir de seus objetivos. Então a CENTRALESTÁGIO.COM separou alguns filmes super legais para você assistir naquele domingo de tarde.

COACH CARTER

Esse filme traz a história do treinador de basquete Sr. Carter. Ele assume o treinamento de meninos de uma escola pública de bairro, onde desses meninos não tinham perspectiva de vida e eram considerados indisciplinados. Ele tenta mudar esse quadro através de estabelecimento de regras, punições, lições de vida e MUITO estudo, mostrando que as experiências do dia a dia são muito boas para ensinamento e crescimento dos jovens. O final é motivador, mostra que o estudo abre oportunidades de mudar seu futuro.

GÊNIO INDOMÁVEL

Esse filme conta a história de Will, que trabalhava como faxineiro numa universidade, sendo assim, levava uma vida simples. Um professor coloca nos corredores do local um problema para seus alunos resolverem e quem conseguisse levava um prêmio.  Esse problema é resolvido por Will, e em outras ocasiões ele consegue desenvolver também. Entretanto o professor não sabe quem é o responsável por resolver os problemas, e então passa a buscá-lo pelos corredores até ter sua vitória.  A partir disso começa a busca pela disciplina e tentar desenvolver uma carreira através da inteligência dele, cabendo apenas a ele saber quais as melhores decisões a serem tomadas.

A PROCURA DA FELICIDADE

Esse filme conta a história de Chris Gardner, que perde o emprego e começa uma busca incansável para se realocar no mercado de trabalho. Seu caminho não é nada fácil, pois passa por vários obstáculos e ouve com muita frequência a palavra NÃO. Porém ele nunca perde as esperanças de um futuro e uma oportunidade melhor, e segue tentando, sempre se lembrando de seu filho. O filme mostra o quadro de uma linda história de inspiração, mostrando sempre existe uma porta aberta em nossas vidas.

 

A REDE SOCIAL

Esse filme conta a história de Mark Zuckerberg, um estudante da Harvard. Caracterizado por ser um jovem inteligente e curioso e está determinado em fazer uma rede social em que as pessoas pudessem ter uma relação e ainda ganhar dinheiro. A rede social é a qual conhecemos: o Facebook. Através disso, tornou-se uma das pessoas mais ricas do mundo, passando por várias conturbações na sua vida pessoal e profissional, e ainda fazendo alguns inimigos pelo caminho.

 

FOME DE PODER

A história da ascensão do McDonald’s. Após receber uma demanda sem precedentes e notar uma movimentação de consumidores fora do normal, o vendedor de Illinois Ray Kroc adquire uma participação nos negócios da lanchonete dos irmãos Richard e Maurice Mac McDonald no sul da Califórnia e, pouco a pouco eliminando os dois da rede, transforma a marca em um gigantesco império alimentício.

COMO PREPARAR A EQUIPE PARA A CHEGADA DO ESTAGIÁRIO

Depois de um longo trabalho de seleção e recrutamento de um estagiário, vem o momento mais aguardado, o primeiro dia dele na empresa.

É normal que ele sinta-se um pouco deslocado e tímido por ser um ambiente com pessoas novas de seu convívio. Por isso, cabe ao supervisor e ao restante da equipe fazer o trabalho de integração, apresentando-se e auxiliando no conhecimento da empresa.

Por isso, vale colocar algumas dessas dicas em prática:

 

CONHEÇA SEU ESTAGIÁRIO

A primeira imagem que temos dele é no dia da entrevista, onde ele apresenta o básico sobre si, e é importante que o empresário esteja atento a essas informações para conseguir interagir com ele no dia a dia. Além disso, nos dias que vierem você também vai conhecê-lo aos poucos.

APRESENTE A EMPRESA PARA O ESTAGIÁRIO

Isso é essencial! No primeiro dia é importante mostrar a empresa para o estagiário, ou seja, o banheiro, cozinha, quem são os colegas, o que eles fazem, e principalmente, onde ele vai trabalhar. Isso ajuda para que a sensação de deslocamento seja desfeita. Além disso, deixe-o saber que você está à disposição para ajuda-lo.

CRIE UMA CULTURA DE BOAS-VINDAS

Todos já tiveram o primeiro dia no emprego, então é bacana incentivar os outros funcionários a mostrar simpatia, empatia e gentileza. Além disso, algumas ações como ter a camisa da empresa, uma garrafinha, adesivo e caneta, ou seja, um kit de boas vindas faz com que o estagiário já se sinta parte do time.

Me formei! E agora?

Tanto o fim do ensino médio quanto o término da faculdade, indicam o fim de um grande ciclo e é uma grande abertura para novas possibilidades. Entretanto, tudo que chega ao fim gera um certo pânico e preocupação, um pensamento que diz “ o que eu faço agora?” , visto que são escolhas que nós mesmos fazemos que podemos ou não levar para o resto da vida.

Um final de ciclo é o 3° ano do ensino médio, onde encontramos jovens curiosos, e não podemos negar, um pouco perdidos sobre o que fazer a partir daquele momento, que profissão seguir, perguntas como “o que eu quero ser?”, “será que eu vou ver feliz com isso?”, como se tudo dependesse disso. Por isso aqui vão algumas ideias do que fazer depois , para clarear e dar um tempo para outras escolhas importantes:

– Estudar para o vestibular
Estudar para passar numa prova não é uma tarefa fácil, exige muita dedicação e concentração. É um meio de aprofundar os estudos e a chance de entrar numa faculdade nomeada. Além disso, é uma oportunidade de conhecer profissões que não sabíamos ao certo como eram. Também, a ideia de faculdade vem muito a tona, pois é uma realidade muito mais próxima com os métodos de estudos atuais como o EAD e os financiamentos. Para isso vale lembrar que a faculdade é uma grande oportunidade antes de ingressar no mercado de trabalho, pois gera uma qualificação comparado a outras pessoas que concorrem a mesma vaga. Não devemos fazer a faculdade como qualquer escolha, é importante que busquemos conhecer o curso e suas aplicações para não gerar frustrações futuras.

– Cursos técnicos
A vantagem do curso técnico é sua curta duração comparada a graduação. Mas não pense que esse caminho é mais fácil, pois ainda assim gera um grande estudo. Outra vantagem é que ele é bem visto pelo mercado, porque sua função é gerar profissionais mais qualificados para as empresas, tendo em vista um maior enfoque para tarefas práticas. Além disso, o técnico pode ser feito junto com o ensino médio. Então imagina só poder terminar o ensino médio com dois diplomas?

– Fazer intercâmbio
Essa oportunidade é a mais inesquecível de todas. Além de você ter a experiência de conheces novas pessoas, viver momentos únicos e conhecer diferentes lugares e culturas, as empresas valorizam muito a questão da língua estrangeira. Vale ressaltar que ter uma segunda língua, principalmente o inglês é um requisito muito importante dependendo da carreira em que você for seguir, então investir em um curso de idiomas é sempre uma excelente ideia.

O PROCESSO DE COMPRAS ATUAL

A forma de comprar mudou. Hoje a maioria das pessoas quando querem comprar algo, fazem uma pesquisa antes de sair de casa, avaliam outras possibilidades e produtos.

Um levantamento encomendado por uma das líderes mundial de pagamentos e realizado pelo instituto Harris Research, mapeou o perfil de consumidores nascidos entre 1980 e 1995 em países como Brasil, México e Colômbia.

A maioria dos consumidores dos países avaliados procuram mais informações na internet antes de comprar, e o Brasil é um dos líderes nessa questão. Quase 75% dos entrevistados brasileiros afirmaram que pesquisam produtos online antes de finalizar uma compra.

Diante deste cenário, e a similaridade de produtos encontrados em lojas, muitas vezes bem próximas uma das outras, cada vez mais é necessário proporcionar ao cliente uma experiência na hora da compra. E um dos maiores desafios é fazer isso em uma economia ainda caminhando devagar.

Separamos algumas ideias com pouco ou nenhum investimento que podem fazer a diferença em seu comércio.

Capacitação dos colaboradores: “Dê-me seis horas para derrubar uma árvore e passarei as quatro primeiras afiando meu machado”. A frase atribuída ao ex-presidente norte-americano Abraham Lincoln ainda faz muito sentido nos dias de hoje. Com menos oportunidades de vendas, a conversão dessas oportunidades é fator-chave para um bom desempenho da equipe, e como fazer isso corretamente só vem com treinamento e prática, entender que cada cliente é diferente um do outro e oferecer o produto certo. Treinar a equipe é fundamental para melhorar o atendimento e também as vendas.

Mix de produtos: É necessário oferecer variedade para o cliente escolher, mas não pense apenas no “Quanto mais, melhor”. Pesquisas apontam que diante do excesso de opções, os clientes têm dificuldade em fazer a escolha. Foque em produtos de maior saída, que tragam lucro maior, que chamam atenção até para outros produtos e a própria loja.

Verticalização de produtos: Bastante comum em supermercados,  algumas lojas poderiam seguir o princípio. É comum achar lojas com produtos nas prateleiras sem preço, organizados sem um padrão, outros pendurados acima da cabeça do cliente, alguns de maior importância abaixo da linha da visão. Além de tornar o ambiente poluído, ninguém gosta de ficar procurando o que comprar (lembra-se da dica anterior? Menos é mais).

Aproximação online e loja física: Você não necessariamente precisa ter um e-commerce, mas se não tem pelo menos perfis em diferentes redes sociais como Facebook, Instagram (o queridinho pra divulgação no momento), atendimento via Whatsapp e além disso, participa ativamente das redes, divulgando a loja, produtos e respondendo clientes, certamente está perdendo vendas. Como vimos, 3 em cada 4 consumidores pesquisam online antes de comprar, você precisa se preocupar em ser encontrado.

Lista de clientes (mailing): Mudou a coleção, chegou alguma coisa nova (e relevante) para seu cliente, como ele fica sabendo? Que tal apostar em uma lista de contatos? Existem diversas formas de fazer isso, mas lembre-se, a melhor delas é que seja voluntário, nada de pegar dados de telefone e-mail, ficar mandando um monte de propaganda, ainda mais para clientes que não pediram. Uma dica para incentivar o cadastro é realizar sorteios mensais para clientes que estejam no banco de dados, oferecendo algum brinde por exemplo. Caso o ganhador aceite, dá pra tirar fotos e publicar nas redes sociais, assim outras pessoas que são clientes ou não, conseguem acompanhar o que seu comércio está fazendo.

Contribuição: Hilder Murilo