NÃO COLOQUE TODOS OS SEUS OVOS EM UMA ÚNICA CESTA

O ditado é antigo: Não coloque todos os seus ovos em uma única cesta.

Isso porque, se você cair, se vier a derrubar a cesta, vai perder tudo o que tem. E o mesmo se aplica hoje quando falamos de empresas.

Muitas lojas hoje vendem exclusivamente pela internet, são comércios às vezes com grande volume de saída de mercadorias, e concentram suas vendas em redes sociais como Facebook e Instagram, ou em gigantes como Mercado Livre, Amazon etc. A maior preocupação no entanto, é que muitas vezes a maioria não tem nem um site ou um e-commerce próprio.

E aí vem o perigo! Se amanhã por exemplo o Instagram resolver cobrar para divulgação, se ele cair em desuso, para onde vai esta empresa? Se Amazon e Mercado Livre aumentarem ainda mais as taxas e o lucro cair a ponto de não compensar vender mais por esses canais, o que será feito?

Quando falamos em colocar os ovos em diferentes cestas, alguns empresários inclusive diversificam o ramo, tendo negócios em segmentos diferentes, pois se um não estiver indo bem, o outro pode ajudar a manter os demais por algum período. A grande questão é que cada negócio precisa se sustentar, ainda que possamos ver hoje empresas gigantes que declaram não estar tendo lucro (Uber por exemplo), e o pior, anunciam na verdade seguidos prejuízos.

Mas como falamos principalmente para o empresário comum, que com muito esforço tem pago pesadas cargas tributárias e tem visto uma economia ainda retomando de forma lenta seu crescimento, tal luxo de ter prejuízos seguidos não se aplica neste caso.

Vamos à prática?

Se você vende só pela internet, tudo bem, mas diversifique os meios, divulgue e incentive seus clientes a comprarem de seu próprio site, oferecendo descontos e vantagens exclusivas. Tenha produtos em mais de um lugar para vender.

Se você tem um perfil disposto a aprender e consegue lidar com diferentes situações, a sua cesta pode ser outro segmento. Já pesquisou tendências de negócios para o futuro? Conhece alguém muito fera em algum ramo? Não vale a pena uma sociedade?

Se você tem uma loja física de roupas por exemplo, que tal itens sazonais que complementem e ajudem nas vendas. Um exemplo? Está chegando o fim de ano, que tal expor produtos de moda-praia de algum fabricante local? Além de poder ter maiores margens de lucro, pode também aumentar seu faturamento.

Um salão de beleza pode fazer parcerias com Spa’s, centros de estética e tratamento corporal, indicando clientes e fazendo acordos que sejam bom para todos os envolvidos.

Diversifique sua cesta! E bons negócios pra você!